sábado, 12 de abril de 2008

Hiatos


M.C. Escher

E se não for verdade?
Pagar o infantário.
Não, não posso ir aí hoje. Tenho coisas para fazer.
Estou, mãe? Desculpa, não ouvi o telefone. Está tudo bem?
Sim, filho, prometo que da próxima vou.
A carta do adiamento. Não me posso esquecer.
Pagar a casa.
Bolas, o camião não sai da frente e já estou atrasada!
E se ela está a dizer a verdade?
A prestação do carro já deve ter caído.
Sim, um dia destes passo aí, está prometido.
Está tudo bem, sim, e contigo?
Eu sei, filho, mas tenho uma reunião, não posso.
A carta. Ainda não mandei a carta. Não me posso esquecer.
Comprar fraldas.
Aqui posso passar, o semáforo não funciona.
É demasiado escabroso. Será verdade?
Leite. Não há leite em casa.
Tenho que ver quando é que marquei os testes.
Sim, os meninos estão bem.
Combinamos assim, hoje podes adormecer comigo, queres?
Será possível?
O prazo está a acabar e falta quase tudo.
Obras, não faltava mais nada!
O que é que eu faço?
Tanto sono!
Comprar jantar.
Requisitar material.
Amanhã já é sexta. Está quase.
O eco nos meus ouvidos: “preciso de ajuda!”
Já não sei nada.
Sim, mãe, está tudo bem, só estou cansada.
Até logo.

Susana Soares
12.04.08

4 comentários:

Cristina Tomé disse...

Realmente a vida é este constante abismo entre o dever, o querer e o fazer! Dever que nos compromete, querer ser tudo e conseguir ser tão pouco, fazer mil e uma coisas e ter a sensação que nada fica completo. Uma correria de sensações, de saltar barreiras estupidamente altas...um cansaço que nos quebra... uma vontade que nos impele a continuar... enfim a não desistência que nos absorve!
Gostei mais uma vez!
jinhos

Rita Oliveira disse...

O sonho é desabrochar!

É um querer, misturado com a impotência ao deixar-se absorver pela vida.
Segue-se a transformação dos seres vivos para seres automatizados.
A força interior escapa.
O dia- a- dia, magoa.
A monotonia de uma vida começa a cansar.
VIVER: é preciso ter a noção da força da palavra!
Viver não é só existir!
Sentir o tempo a passar devagar, mas todos sabem que passa a correr.
Depois acorda-se: e há realmente pressa!
E há o medo de não viver!
E há o sonho de desabrochar!
É um grito, é um querer alcançar o equilíbrio.
Tudo passa por se ser pessoa,
Pela vontade de amar,
De rir,
De ser feliz,
Viver,
Desabrochar.

Um beijo grande
Rita

MสЯ†iиhส ♥ disse...

A rotina esgota e (Re) mói.
Existem demasiadas coisas para se fazer, demasiadas preocupações, demasiados deveres e ainda mais obstáculos á nossa volta.
Não sei porque, lembrou-me uma musica e não sei porque e nem sei explica-lo: eminem – stan

(Tradução está em brasileiro e não encontro em português, está emendada mas há expressões que não estão lá muito bem, mas percebe-se, não sei porque me lembrei, acho que pela a necessidade de comunicação que as vezes acaba mesmo mal e pelos obstáculos.
Tem calão, até porque é rap e é uma música que marca bastante.
Deve ver o vídeo pois está muito bem feito: http://br.youtube.com/watch?v=fyotcrgFaNk)


Refrão: (dido)
O meu chá já arrefeceu, pergunto-me porque sai da cama
A chuva da manhã está sobre a minha janela, e não consigo ver nada
E mesmo que pudesse tudo estaria cinza (negro)
Mas a tua foto na minha parede…
Isso lembra-me que não é tão mau, não é tão mau.

[Eminem como 'Stan']
Caro Slim,
Escrevi-te, mas ainda não me respondeu.
Deixei o meu telemóvel, meu beep, e meu telefone de casa no fundo da carta.
Mandei duas cartas no Outono, tu não deves ter recebido.
Provavelmente foi um problema nos correios ou algo do tipo
Às vezes escrevo os endereços muito descuidado.
Mas de qualquer maneira, dane-se, cara como está sua filha?
Minha namorada também está grávida, vou ser pai
Se eu tiver uma filha, adivinhe como vou chamá-la?
Vou chamá-la de Bonnie
Eu li sobre seu tio Ronnie também, sinto muito
Tive um amigo que se matou, porque uma vagabunda não o queria
Sei que você provavelmente ouve isso todo dia, mas sou seu maior fã
Eu até tenho aquela merda que você fez com Skam
Tenho um quarto cheio de seus posters e fotos, mano
Gosto do que você fez com o Rawkus também, aquilo foi louco
De qualquer maneira, espero que você receba isso, mano, responda-me, só para conversar
Sinceramente, seu maior fã, o Stan

REFRÃO [Dido]

Caro Slim,
Tu ainda não ligaste ou escreveste, espero que tenha uma chance
Não estou bravo, só acho uma sacanagem não responder aos fãs.
Se não querias falar comigo lá no teu show, não precisavas.
Mas podias ter assinado um autógrafo pró Matthew.
Este é meu irmão, cara, ele tem apenas seis anos de idade.
Esperamos-te naquele frio maldito por quatro horas e você simplesmente disse "NÃO"
Isso é muita cena, mano, você é a porra do ídolo dele!
Ele quer ser como tu mano, ele gosta mais de ti do que eu.
Não estou tão bravo mesmo assim, mas não gosto que me mintam.
Lembra de quando nos conhecemos em Denver disseste que se eu te escrevesse me respondias.
Veja, sou como você de certo modo
Nunca conheci meu pai também.
Ele costumava trair e bater na minha mãe.
Posso me identificar com o que dizes nas tuas músicas.
Então quando tenho um dia mau, eu relaxo e ponho-as a rodar.
Pois não tenho mais merda nenhuma, e essa merda ajuda-me quando estou em depressão.
Até tenho uma tatuagem com teu nome no peito!
Algumas vezes até corto-me para ver o quanto sangra.
É como adrenalina. A dor é como uma adrenalina para mim.
Olha, tudo que tu dizes é verdade e respeito-te, pois tu dizes a verdade.
A minha namorada tem ciúmes pois falo de tu a toda a hora.
Mas ela não te conhece como eu te conheço Slim, ninguém te conhece como eu.
Ela não sabe como foi para pessoas como nós crescer.
Tu tens que me responder. Serei o maior fã que você perderá!
Sinceramente, Stan
P.S: Devíamos ficar juntos também

REFRÃO [Dido]

Caro Senhor -Sou-muito-bom-para-ligar-ou-escrever-para-os-meus-fãs
Esse será a última mensagem que eu mando para ti.
Já foram 6 meses e nenhum sinal. Eu não mereço?!
Sei que recebeste as minhas duas últimas cartas. Escrevi o endereço correcto nelas.
Então essa é minha fita (ele esta a gravar esta mensagem num gravador de voz, se ver o vídeo ente muito mais que através da tradução) que estou a mandar. Espero que a ouça ela. Estou no carro agora. Estou a 144km/h na rodovia
Ei Slim, Bebi uns copos de vodka, você duvida que eu dirija?
Conheces aquela música do Phil Collins "In The Air Of The Night"?
Sobre aquele mano que podia ter salvo aquele outro mano de se afogar?
Mas não fez isso. Aí Phil viu tudo, e num show ele o achou?
O meu caso é parecido. Você poderia ter me salvado para eu não me afogar.
Agora é muito tarde. Estou muito longe agora, estou sonolento
Tudo que queria era apenas uma carta ou uma chamada
Espero que saiba que rasguei todas as tuas fotos da parede
Eu amo-te Slim, podíamos ter ficado juntos! Pense nisso
Arruinou tudo, agora. Espero que você não consiga dormir, e sonhe com isso…
E quando sonhar, espero que não consiga dormir, e grite!
Espero que sua consciência te possua e não consiga respirar sem mim
Tá vendo Slim, (grande grito) CALA BOCA VAGABUNDA! ESTOU TENTANDO FALAR!
Hei Slim, essa é minha namorada gritando lá na porta malas
Mas eu não cortei a sua garganta, só a amarrei, vê, não sou como você!
Pois se ela se sufocar, vai sofrer mais, e então morrerá também!
Bom, tenho que ir, estou quase na ponte…
Merda, me esqueci, como vou mandar essa porra pra ti?

(Ouve-se os pneus a derrapar, um bater, um silencio e um carro cair na agua…)

REFRÃO [Dido]

Caro Stan,
Queria ter-te escrito antes, mas estive ocupado
Você disse que sua namorada está grávida, de quanto tempo?
Olha, estou muito orgulhoso que você chamaria sua filha assim
E aqui está um autógrafo para seu irmão, eu escrevi no boné da Starter
Sinto muito não te ter visto no show, não me esqueci de ti.
Não pense que fiz isso por querer, para chatear-te.
Mas que merda que tu disseste que gostavas de cortar seus pulsos também?
Eu falo essas merdas só zangado mano, como você pode fazer isso?
Tens alguns problemas Stan, acho que precisas de uns conselhos.
Para ajudar-te quando estiveres mal.
E que merda é essa sobre nós ficarmos juntos?
Esse é o tipo de coisa que me faz não querer que nos conhecermos um ao outro.
Acho que tu e sua namorada precisam um ao outro!
Ou talvez você só precisa tratá-la melhor…
Espero que leia essa carta…
Só espero que ela chegue a tempo antes que te magoes.
Acho que estarás bem se relaxares um pouco.
Fico feliz por te inspirar
Mas Stan, porque estás tão bravo?
Tente compreender, que quero-te como fã.
Só não quero que faças loucuras.
Vi uma dessas no noticiário alguns dias atrás que me deixou mal
Um mano estava bêbado e atirou o carro sobre uma ponte
E tinha a sua namorada na porta malas, e ela estava grávida dele…
E no carro eles encontraram uma fita mas não disseram para quem era
Pense nisso, o nome dele era... era você
Caramba!


O vídeo e a música falam por mim.
O vídeo é mesmo doentio.
Demasiadas pessoas doentias e poucas sãs.
Acho que devíamos dar mais tempo a quem gostamos principalmente nos dias cor-de-carvão e em vez de dizer “Não, não posso ir aí hoje. Tenho coisas para fazer”, dizer-se “amanhã… janto ou passo aí, ok?”
Penso que fazer promessas e estar sempre a adia-las é um mau plano.
Acho que todos nos preferimos não ter promessas do que promessas adiadas! Sei que as vezes, os planos também correm ao contrário…
Sei também que adiar as promessas não seja planeado… mas magoam…
Existem demasiadas coisas a pagar. O dinheiro não compra tudo, mas compra o que comemos.
Uma das formas de resolvermos as coisas é admitir que precisamos de ajuda mesmo sabendo que ninguém resolve as nossas coisas.
Só nos as resolvemos.


Um “Até logo”.
(Está mesmo grande, desculpe... a musica é grande :S)
beijinhos doces,
Marta Santos

Cátia disse...

Obrigada pelo comentário.
As vezes sentimos que precisamos de subir ás nuvens, fugir honestamente desta realidade, deste cansaço.

adoro o texto está excelente.
Andamos constantemente todo o dia a pensar, a pensar e a pensar, pensamentos que nos cansam.
Era bom que os dias tivessem mais horas...

Beijo*